Enfermagem

Características culturais intervenientes na saúde das famílias brasileiras

No desenvolvimento do projeto de tese “Adaptação transcultural e validação do instrumento The Assessment of Strategies in Family-Effectiveness (ASF-E) para uso com famílias brasileiras”, percebeu-se a necessidade de conhecer a produção científica sobre as características culturais intervenientes na saúde brasileiras. Esse estudo trata-se de uma revisão integrativa da literatura que objetivou identificar as evidências científicas acerca das características culturais intervenientes na saúde das famílias brasileiras. A partir da síntese dos estudos, destacou-se a influência das artes, em letras de músicas que normalizam a cultura da violência de gênero. Quanto à organização das famílias, evidenciou-se a sua exposição à cultura patriarcal, ao preconceito em relação à homoparentalidade e à vulnerabilidade econômica das famílias monoparentais. Nas relações humanas, ficou evidente a fragilidade na atenção à saúde das crianças, dos adolescentes, das mulheres, dos indígenas, de pessoas com necessidades especiais e de trabalhadores rurais.

Lise, F. ., Schwartz, E. ., de Lima Neves, J. ., & Rota Sena, L. . (2019). Características culturais intervenientes na saúde das famílias brasileiras. Revista Brasileira De Pesquisa Em Saúde/Brazilian Journal of Health Research21(4), 127-135. Recuperado de https://periodicos.ufes.br/rbps/article/view/31023

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s